Todos sabemos que o Transporte de Resíduos é um serviço de suma importância para o desenvolvimento econômico, para o meio ambiente e para toda a sociedade.

Portanto, o Transporte de Resíduos é um grande aliado as empresas e indústrias, mas para entender melhor como lidar com o lixo de seu negócio, é importante saber alguns detalhes sobre este processo:

1. É lei!

A legislação brasileira é clara quanto à necessidade de o gerador do lixo ser responsável por sua disposição de forma correta e segura. Então, não é possível simplesmente colocar o seu lixo na calçada ou caçamba mais próxima. A legislação requer que seja feito um Plano de Gerenciamento de Resíduos (A Lei nº 12.305/10, Política Nacional de Resíduos Sólidos).

2. Resíduos precisam ser separados

Há uma classificação dos resíduos, que orienta esta separação. Muitas vezes, existem em um mesmo gerador, diversos tipos de resíduos. Os principais tipos de resíduos são classificados assim:

Classe I – Resíduos Perigosos

Resíduos contaminados com os mais diferentes agentes, efluentes de ETE e separadores de óleo, hospitalares, químicos, pilhas, entre outros.

Classe II A – Resíduos Não Inertes

Extraordinário, orgânicos, efluente sanitário, lodos/lamas proveniente do tratamento de água, entre outros.

Classe II B – Resíduos Inertes

Madeira, entulho, sucata ferrosa, sucata de plástico, entre outros.

Dessa forma, ao contratar uma empresa, certifique-se de que ela dispõe de uma ampla frota de caminhões e equipamentos que atendam às mais variadas necessidades de sua empresa, e ao transporte dos mais diversos tipos de resíduos.

3. O transporte de resíduos deve ser feito de forma legal e segura, e ter destino certo!

Para cada tipo de transporte há requisitos diferentes, mas essencialmente estamos falando de transporte seguro, em veículo licenciado, e destinação e disposição corretas.

Contudo, é necessário ter consciência de que, ao contratar um transporte clandestino, a empresa pode sofrer várias consequências, que vão desde multas a responsabilidade em caso de danos de qualquer natureza.

Uma operadora de Transporte de Resíduos deve ter veículos e equipamentos adequados, ser licenciada em diversos órgãos e ainda, ter pessoal qualificado e treinado regularmente. Só empresas certificadas podem atuar no segmento. 

Antes de mais nada, verifique então as certificações e credenciamento, e também se a empresa possui o ART (Anotação de Responsabilidade Técnica), antes de contratar.

Portanto, esses são os itens básicos que todo empresário deve se atentar, antes de contratar um parceiro para o transporte de seus resíduos.

Aliás, vale lembrar que a Santa Cecília Resíduos dedica-se à prestação de serviços de Transporte de Resíduos em todo o estado do Rio de Janeiro, desde 1974. Temos uma frota de caminhões e equipamentos que atendem a diversas tipologias de resíduos, todos eles com rastreamento e seguro.

Deseja saber mais ou solicitar um orçamento? Estamos sempre às suas ordens!

Guia de soluções para o transporte de resíduos

Open chat
1
Olá!

Vamos iniciar uma conversa?

Clique no ícone abaixo que em instantes nosso atendimento entrará em contato com você.
Powered by