fbpx

Qual a destinação final adequada para os resíduos da sua empresa?  

Qual a destinação final adequada para os resíduos da sua empresa?  

Destinação Final de Resíduos
Segundo o IBGE, 64% dos municípios não fazem a disposição (ou tratamento) adequado do lixo, sendo assim depositado em terrenos baldios conhecidos como lixões. Nestes, os resíduos são acumulados em enormes pilhas de lixo a céu aberto que geram transtornos como o mal cheiro, poluição visual e colocam em risco a saúde da população.

Esses locais acabam virando abrigos para diversos tipos de animais que podem voltar aos centros urbanos e transmitir doenças. Muitas famílias vivem nesses lugares sob risco de contaminação devido ao chorume, que é duzentas vezes mais perigoso que o esgoto doméstico.

Existem vários tipos de destinação ou tratamentos de lixo que  podem mudar essa realidade, conheça alguns deles:  

Desinfecção Térmica

Em uma câmara de pressão e calor, o resíduo é exposto à altas temperaturas, o que inativa totalmente os microrganismos presentes. Vantajoso, uma vez que pode ser feito no local onde é gerado o resíduo (clínicas, hospitais, etc.), não carece de mão de obra especializada, reduz o volume do resíduo, zero impacto ambiental.

Reciclagem

Talvez, o tratamento de lixo mais conhecido e acessível, pois começa no ato do descarte, através de lixeiras que separam o resíduo de acordo com a composição do material. De grande valia à indústria, já que diminui os custos com matéria prima e reduz os impostos. Esse modo de tratamento é um gerador de empregos, o reciclador está, cada vez mais, sob os olhos de legislações que visam regulamentar essa atividade devido a sua importância.

Incineração

Consiste na queima a altas temperaturas dos resíduos onde os gases são filtrados e a cinza devidamente descartada. Esse modelo tornou-se atraente, pois a queima gera um combustível secundário, mas devido à complexidade, alto custo e risco, não é a melhor opção para as cidades brasileiras.

Coprocessamento

Queima total do descarte em fornos de cimento. É um dos procedimentos mais vantajosos à indústria, pois o resíduo gerado da queima é reaproveitado na indústria cimenteira e a quantidade de materiais descartados que podem participar do processo é enorme.

Compostagem

Funciona como uma linha de produção de onde são extraídos subprodutos do lixo. Os materiais inorgânicos como papel, vidro e metal são separados em uma esteira e embalados para venda.  O restante é triturado e encaminhado para o pátio de compostagem onde são formadas leiras para fermentação aeróbica.

Aterro Licenciado

Funciona de forma similar aos aterros, porém há uma preocupação maior com os gases e líquidos provenientes.
O lixo é depositado em células no solo com vida útil limitada, o chorume é tratado e o gás captado. Após o fim da vida útil da célula é feito um isolamento com terra e posteriormente a área pode ter ocupações “leves” como gramados para jogos.

Armazenamento temporário

Utilizado para casos de estocagem de resíduos industriais ou acidentes ambientais. Como o nome diz, ele é necessário até encontrar uma solução viável para o tratamento. 

Conclui-se que a disposição correta de resíduos é uma forma de minimizar o impacto ambiental, criando um equilíbrio entre a atividade econômica e a natureza. Apesar da importância, o tratamento adequado do lixo ainda é uma realidade distante nas cidades brasileiras. Cabe à consciência de cada um mudar essa realidade, realizando pequenas ações que fazem uma grande diferença.

gestão ambiental