Entenda o que é a coleta seletiva e como implementar o plano na sua empresa

O Plano de Coleta Seletiva é o mapeamento das áreas da empresa que são geradoras de resíduos até a destinação final. Neste plano são documentados os tipos de resíduos produzidos por setores e a adequação da área para armazenamento temporário, qual veículo é apropriado para o transporte de resíduos e da disposição final.

A coleta seletiva é a prática da segregação dos materiais será levado para o armazenamento temporário em locais apropriados. Após atingir a capacidade máxima de armazenamento, cada material será submetido uma destinação final adequada, podendo ser direcionado para centros de reciclagem, compostagem, incineração ou até mesmo os aterros sanitários.

Vale lembrar que após a lotação do armazenamento temporário destes materiais, é importante que não seja realizado o descarte destes materiais como resíduos comuns, do contrário o esforço de segregação dos materiais será em vão, levando a um desperdício duplo: de tempo e de espaço nos aterros sanitários.

Como fazer?

O Plano de Coleta Seletiva integra o Plano Nacional de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS) que determina e padroniza os seletores de resíduos classificados por cores de acordo com o material, como: Azul (papel), Vermelho (plástico), Amarelo (metal) e Verde (vidro).

A necessidade de implementação do Plano de Coleta Seletiva varia de acordo com a natureza dos materiais produzidos pelos geradores de resíduos. Para tanto, durante o atendimento comercial é possível detectar o potencial em aderência ao Plano de Coleta Seletiva.

O trabalho da reciclagem, após implementado o plano de coleta seletiva, além da viabilidade ela é rentável para empresa por conta da valorização dos resíduos.

Principais vantagens do Plano de Coleta Seletiva

  • Redução dos custos operacionais do serviço
  • Reaproveitamento dos materiais
  • Engajamento consciente do colaborador

Quando posso implementar?

Hoje mesmo você pode implementar o Plano de Coleta Seletiva na sua empresa. Mas, antes contactar o serviço para sua empresa, é importante que esteja atenta a alguns detalhes que podem pesar na decisão da contratação.

Dependendo do volume de resíduos gerados, sua empresa deve dispor de um local apropriado para o armazenamento temporário dos materiais. Isso não é o bastante, pois outro ponto é da separação dos itens para reciclagem com os rejeitos para que não haja contaminação, impossibilitando o reaproveitamento.

Em síntese, implementar o Plano de Coleta Seletiva não é o suficiente. O trabalho deve ser articulado com toda a empresa. Uma sugestão é propor uma educação ambiental aos colaboradores. Medida que promove a interação, incentiva o descarte correto e informa as cores do lixo para cada tipo de material.

Se interessou pelo assunto e quer saber mais?

Tire sua dúvida com nosso consultor.